Ballagro
Ballagro
Uso de defensivo biológico reduz os custos de produção da soja

Uso de defensivo biológico reduz os custos de produção da soja

Postado em Notícias dia 25/Maio | 348 visualizações

O uso de defensivo biológico junto ao Manejo Integrado de Pragas na cultura de soja reduz os custos de produção e mantém igual produtividade do sistema convencional. De acordo com Sergio Abud da Silva, supervisor de Implementação da Transferência de Tecnologia da Embrapa Cerrado, a redução pode chegar ao valor equivalente de quatro sacas de soja. A observação foi dita durante Workshop sobre Controle Biológico de Pragas e Doenças nas Culturas, realizado dia 17/05, na Agrobrasília 2017 – Feira Internacional dos Cerrados, no Distrito Federal, e do qual a Ballagro participou.

O evento contou com a presença de especialistas no assunto e foi organizado pela ABCBio – Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico e pela APDC - Associação de Plantio Direto Cerrado.  Durante o workshop, que apresentou diversas palestras e debates, Gustavo Herrmann, presidente da ABCBio, alertou sobre os riscos de se produzir agentes biológicos em fazendas, sem os devidos cuidados e controle. “Atualmente só existe legislação do Ministério da Agricultura que possibilita a produção de produtos fitossanitários e defensivos biológicos para uso na agricultura orgânica. Nas demais áreas é proibido e quem estiver produzindo, está atuando de forma ilegal. Pelo que constatamos essa informação sobre essa questão legal não está chegando aos produtores”, afirmou Herrmann.

Ao final do evento, definiu-se a criação de um grupo de companhias a fim de estimular a utilização de biológicos. A iniciativa vem com o objetivo de repetir o sucesso de uma mesma ação promovida nos anos de 1990, em que técnicos, produtores e empresas buscavam incentivar o uso do plantio direto em várias regiões do país.

Com informações da Assessoria de Imprensa ABCBio


TAGS

Agrobrasília, Controle Biológico, Defensivo Agrícola, Biodefensivo, MIP

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar sobre esse POST!