Ballagro
Ballagro
Mosca-branca: uma das principais pragas da agricultura

Mosca-branca: uma das principais pragas da agricultura

Postado em Informativos dia 17/Abril | 681 visualizações

A mosca-branca é um inseto polífago que ataca culturas como soja, algodão e feijão.

Atualmente, é uma das mais importantes pragas da agricultura mundial. No Brasil, a Bemisia tabaci é conhecida desde 1923 e está presente em todos os estados do país.

Age de forma direta e indireta nas culturas. Ela é uma sugadora de seiva e faz injeções de toxinas, reduzindo o vigor, desenvolvimento vegetativo e produção das plantas. Além disso, transmite várias espécies de vírus, potencializando seu efeito devastador.

Na cultura do tomate, a mosca-branca pode comprometer e gerar perdas superiores a 50%. No caso do algodão, a praga prejudica a comercialização da fibra, porque a substância adocicada que a mosca-branca expele ao ingerir a seiva da planta altera a composição da fibra. Já na soja, é transmissora do vírus da “necrose-da-haste”, do grupo dos carlavírus, que com a evolução dos sintomas, pode levar a planta à morte.

Possui pelo menos quatro gerações anuais e uma grande capacidade de dispersão. Isso acontece não só pela quantidade de ovos, em média 200 por fêmea, mas também pela ação dispersante do vento.

Um fator de grande importância para o aumento da pressão por mosca-branca é o fator climático. Regiões como o Centro-Oeste brasileiro, onde altas temperaturas são verificadas, apresentam uma tendência de sofrerem maiores pressões da praga. Isso ocorre porque, sob alta temperatura, o ciclo de vida da mosca branca é encurtado, possibilitando a ocorrência de até duas gerações em um único mês

Para o controle desse inseto, a Ballagro tem o Ballvéria, um inseticida microbiológico formulado a partir de esporos do fungo Beauveria bassiana.

A ação do fungo é como uma doença na praga, onde seus esporos atingem o inseto e penetram na sua cutícula, colonizando assim os órgãos internos do hospedeiro que para de se alimentar e morre. Este processo ocorre de 2 a 7 dias após a aplicação, dependendo das condições climáticas.

Devido aos desequilíbrios e as populações resistentes, a adoção do ControleBiológico assumiu um papel importante no manejo da mosca-branca.


TAGS

Mosca-branca, Bemisia tabaci, Ballvéria, Beauveria bassiana

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar sobre esse POST!





ABC Bio ATENÇÃO: Estes produtos são perigosos para a saúde humana, animal e ao meio ambiente. Leia atentamente as instruções contidas nos rótulos, nas bulas e nas receitas. Utilize sempre os equipamentos de proteção individual. Nunca permita a utilização dos produtos por menores de idade. Faça o Manejo Integrado de Pragas. Descarte corretamente as embalagens e restos dos produtos. Uso exclusivamente agrícola.
CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO.
VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO.